Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

SAMORA EM MOVIMENTO

" A INFORMAÇÃO NO MOMENTO "

SAMORA EM MOVIMENTO

" A INFORMAÇÃO NO MOMENTO "

SAMORA QB, VENCE MAÇÃO

   

  

 

  

 

    PRIMEIRO GOLO DO SAMORA A TRES TEMPOS

 

 

   Um Samora, quanto baste, venceu o Mação por 2-0, na Murteira, com um golo wm cada parte. Começou bem o Samora, nos primeiros minutos de jogo, trocando bem a bola e criando jogadas de envolvencia. Mas foi sol  de pouca dura, pela frente estava a equipa do Mação que trazia a lição bem estudada. O Samora passou a ter muita dificuldade de penetração, os visitantes controlavam o impeto adversario. Só aos 40 minutos, na transformação de um livre directo Morato marca o primeiro golo. Mais uma vez o golo veio na melhor altura, ao cair da primeira parte.

  Na segunda parte o jogo foi mais aberto, a equipa do Mação tentou chegar mais vezes à baliza adversária, o Samora em vantagem procurava o golo da tranquilidade, o que viria a acontecer aos 77 minutos, após um livre na direita apontado por Toni, Fabio Alves elevou se bem e marcou o golo que viria a dar a tranquilidade ao Samora. O Mação bem tentou reduzir, mas os locais tinham o jogo ganho e nos minutos finais, fizeram o seu jogo, trocaram a bola, para passar o tempo e garantir a vitoria.

 Foi de facto melhor o resultado que a exibição dos pupilos de Paulo Eira, mas num campeonato de pontos, estes é que contam.

 PAULO EIRA no final da partida estava satisfeito: Foi um jogo muito dificil, sabiamos do valor do Mação, começámos bem, depois tivémos um periodo menos bom, era importante ir para o intervalo a ganhar e conseguimos, na segunda parte o Mação abriu, deixou nos jogar, não foi uma grande exibição da minha equipa, mas valeu pelo resultado.

GOLO CEDO DERROTA AREPA EM ASSENTIS

 

  O Assentis venceu a AREPA, por um 1-0, com o golo logo aos tres minutos de jogo. Foi um mau começo dos pupilos de kIKAS, que falharam na sua defesa, permitindo o golo que viria a dar a vitoria dos locais. A AREPA reagiu bem, criou oportunidades, mas falhou na concretização. O treinador Kikas estava conformado com a derrota: Entrámos muito mal no jogo, uma desatenção inicial foi nos fatal. Depois bem tentámos mas não concretizámos. O Assentis pouco mais fez que o golo, mas marcou e ganha quem marca.

BTT´s " INVADIRAM " O CAMPO DE TIRO

 

  Uma manhã solarenga de Outono, proporcionou uma grande " invasão " de Bicicletas de Todo o Terreno , no Campo Tiro. Eram cerca de tres centenas de BTT s que participaram no passeio de BTT, organizado pela Camara Municipal de Benavente " NATURA CONVIDA ".

   Por terrenos militares, nos suburbios do futuro aeroporto de Lisboa, pedalou se a bom ritmo e com muita satisfação pela beleza da paisagem.

 

 

EM JUNIORES SAMORA E AREPA EMPATARAM NA MURTEIRA

     OS GOLOS DO JOGO

   Grupo Desportivo de Samora Correia e Associação Recreativa do Porto Alto encontraram se na Murteira para uma partida do campeonato de Juniores. Jogo animado, com a equipa da casa a dominar, mas com a equipa visitante sempre que podia a contra atacar.Na primeira parte maior pressão do Samora, mas na baliza Carloto, ia evitando o golo. Golo do Samora, que acontecia aos 28 minutos num remate de fora da area por Angelo, que bateu Carloto. O guardião da AREPA bem se esticou mas não consegui evitar o golo.

  Na segunda parte, o Samora tentou dilatar a vantagem, mas Carloto, estava muito bem na baliza e evitava o segundo. A AREPA não era uma equipa defensiva e sempre que podia causava perigo junto da baliza do Samora. Perto dos noventa minutos, numa jogada de insistencia dos visitantes, surgiu o golo do empate. Um premio para os visitantes, que sempre acredtiram que era possivel chegar ao empate. Mas as emoções não ficavam por aqui, já nos descontos o arbitro assinala grande penalidade, castigando um hipotético derrube de Carloto ao avançado do Samora.Protesto da equipa do Porto Alto, mas o resultado não se alterararia, Carloto que esteve muito bem no jogo, defendeu a grande penalidade, mantendo se o empate, que premiou a luta dos visitantes e castigou a ineficácia concretizadora dos locais.

 

INCENDIO NO PALACIO DO INFANTADO FOI HÁ 32 ANOS

  

   16 de Novembro de 1976, foi uma data triste para Samora Correia. O fogo que destrui o Palacio do Infantado, no coração da vila de Samora Correia, não deixou ninguem indiferente.

  No Palacio do Infantado propriedade da Companhia das Lezirias, havia os escritorios da empresa, salas de reuniões, habitação, consultorio medico e a Biblioteca Fixa 2 da Gulbenkian.

   Muito ardeu, alguma coisa escapou á furia das chamas, mas fica sempre a memoria de um dia triste para os samorenses.

  Numa parceria entre a Companhia das Lezirias e a Camara Municipal de Benavente o palacio foi recuperado e aberto ao publico em 1998.

 Neste momento o Palacio é um espaço para todos, com biblioteca, espaço internet, auditorio, galerias de exposições, salas de atl, é o ex libris de Samora Correia.

  Com esta memoria do incendio do Palacio, abrimos um espaço no " samoraemmovimento", onde vamos trazer fotografias de um passado recente, que todos gostarão de recordar.