09 de Dezembro de 2009

 

 

 

Respondendo a uma solicitação da vereadora Ana Casquinha, o Presidente da Camara Municipal de Benavente afirmou ser necessário que a Câmara  estabeleça as pontes necessárias com a Associação de Motoristas, tendo mostrado alguma disponibilidade para poder colaborar no encontro de soluções, inclusivamente através da criação das condições para que alguém possa fazer esse controle através de videovigilância, que resulta muito mais acessível do que manter uma vigilância permanente, tanto mais que os motoristas dizem não poder pagar os valores inerentes a tal serviço.

A responsabilidade do parqueamento daquelas viaturas é das próprias empresas, não podendo tal ocorrer nas ruas de aglomerados urbanos, sobretudo quando efectuam o transporte de matérias-primas perigosas, situações que se verificam no perímetro urbano de Samora Correia, tendo a Câmara Municipal que tomar providências, a todo o custo, por forma a evitar que lhe sejam imputadas responsabilidades pela ocorrência de um desastre qualquer.

Referiu que a GNR, perante a colocação de proibições de estacionamento colocadas em determinadas zonas, vai ter mesmo que actuar, com prioridade fundamental para aqueles que transportam matérias-primas perigosas ou combustíveis.

Concluiu, afirmando que a Câmara Municipal fará todo o possível para encontrar os mecanismos que permitam aliviar algumas preocupações da população, relacionados com a sua tranquilidade e sossego, porquanto muitas das viaturas saem durante a noite, a qualquer hora, e têm um período de aquecimento dos motores, o que é sempre perturbador.  
 

Sobre a mesma matéria, o vereador Carlos Coutinho informou que a Câmara Municipal tem vindo a tentar sensibilizar os motoristas de pesados de Samora Correia para a utilização do parque da Murteira, estando já a GNR a agir mediante a autuação de algumas viaturas que vai encontrando estacionadas em zonas onde tal não é possível.

No entanto, segundo o vereador, apenas se vem verificando que os motoristas vão alterando os locais de estacionamento, pelo que a Câmara Municipal está a proceder no sentido de ser colocada a sinalização correspondente, para que em toda a zona de Samora Correia não seja permitido o estacionamento, à semelhança do que já se verifica no Bairro Nossa Senhora de Oliveira.

Crê que o piso não oferece problemas de drenagem, comportando-se correctamente até há bem pouco tempo. Relativamente ao escoamento das águas, o piso possui as pendentes necessárias e o esquema de drenagem perfeitamente definido, com uma camada substancial e adequada para suportar veículos pesados, desde que não sejam utilizadas tracções muito fortes, tendo o trabalho sido desenvolvido por forma a que em qualquer momento, e quando tal se decida, proceder à colocação de betuminoso. 
 
 

 

PUBLICADO POR samoraemmovimento às 23:47

 

 

Acho lamentavel que após tantos anos do inicio (anos 80), do que era uma boa iniciativa visando a resolução da falta de habitação aos naturais de Samora Correia, que o Bairro conhecido pelos sectores 4/16 continue inacabado, mais grave ainda com meias construções e lotes abandonados que põem em risco a saude publica. Já por diversas vezes tive de contactar a Câmara uma vez que o lote ao lado do meu está cheio de mato e onde levam os cães para defecar. A solução depois de uma eternidade de tempo é virem limpar. De qualquer forma outros há que não o fazem já que têm construções iniciadas e abandonadas, com elevado indice de degradação, paraiso de toda as especies de roedores, insectos e até cobras, paredes meias com outras habitações, isto para não falar nos prejuizos causados nas casas adjacentes devido a infiltrações. Dado ter sido um bairro promovido pelo municipio porquê é que a Câmara ainda não interviu? Segundo informação a Câmara dava um prazo para os compradores dos lotes executarem as obras, o que não veio a acontecer com demasiados lotes. Ao fim de tantos anos essas pessoas não tiveram possibilidade de construir? ou tratou-se apenas de um investimento com intuito lucrativo com a conivência da Câmara? gostaria eu e penso que a grande maioria dos habitantes deste bairro que este problema fosse resolvido de uma vez por todas, até porque continuam a existir naturais de Samora que não enjaitariam a possibilidade de aproveitar a oportunidade de construir a sua propria casa. Os tempos que atravessamos seria tambem uma grande ajuda para a economia local, sobretudo para pequenos construtores, se a Câmara resolvesse dar o uso logico para estes terrenos.      

  Carla Velhinho


 
 
PUBLICADO POR samoraemmovimento às 23:08

 

 

     SABADO 12 DE DEZEMBRO 2009

 

                     21H30M

 

  CENTRO CULTURAL SAMORA CORREIA

 

 

        CONCERTO PELA BANDA

              ARCANIS

 

 

      VENCEDORA DO CONCURSO JOVENS BANDAS

 

                           BENAVENTE 2009

PUBLICADO POR samoraemmovimento às 22:38

 

 

 

 ESCLARECIMENTOS SOBRE A FACTURAÇÃO DAS AGUAS DO RIBATEJO

 

 

Tendo chegado ao conhecimento da empresa Águas do Ribatejo EIM vários relatos de alegados erros na facturação, vem a  AR esclarecer que, no superior interesse do cliente/utilizador, a última factura emitida tem por base as leituras actualizadas depois da emissão de várias facturas com estimativas de consumo. Os escalões de consumo foram ajustados automaticamente ao período de contagem para que não resulte nenhum prejuízo para o cliente/utilizador. Na factura estão descritos os procedimentos adoptados. A AR está disponível para prestar todos os esclarecimentos nas unidades de atendimento comercial descentralizadas nos seis municípios e na sua sede em Santarém. Pode ainda solicitar informações através do telefone 243 303 900  ou do e-mail:geral@aguasdoribatejo.com.

A AR sugere que os clientes/utilizadores actualizem as leituras dos seus contadores através do telefone 808 202 011 de modo a não deixarem acumular consumos e a controlarem com regularidade o custo da água, permitindo detectar eventuais perdas e adoptar comportamentos que evitem o desperdício. Trata-se de um bem precioso que urge preservar. 

A AR é uma empresa formada pelos municípios de Almeirim, Alpiarça, Benavente, Coruche, Chamusca e Salvaterra de Magos que são os únicos accionistas da sociedade sem fins lucrativos, que visa prestar um serviço público de qualidade na gestão dos recursos hídricos e no tratamento das águas residuais,  a uma população com mais de 100 mil utentes. Os preços praticados representam o mínimo recomendado pelas entidades do sector e existe ainda isenção ou redução do pagamento de quota de serviço para clientes que provem a sua situação de carência financeira. Em breve entra em vigor um tarifário de valor reduzido dirigido às famílias numerosas com cinco ou mais elementos.

A AR disponibiliza ainda a possibilidade de instalação de um segundo contador para uso que não dê origem a águas residuais e cujos consumos têm um custo mais reduzido. Sobre a cobrança de taxa de saneamento em locais onde não existe rede pública de águas residuais, a AR está a reembolsar os clientes que apresentam reclamação fundamentada.

A AR reconhece algumas dificuldades no atendimento dos clientes que estamos a solucionar de modo a responder com celeridade e eficiência aos vários pedidos de esclarecimento.    

A AR está a fazer um investimento superior a 80 milhões de euros no sistema de abastecimento de águas e nas redes de saneamento que se irá traduzir numa melhoria da qualidade de vida das populações que servimos.        
 
 
 Para qualquer esclarecimento adicional colocamos ao vosso dispor o Gabinete de Comunicação das Águas do Ribatejo através do telefone 243 303 900 ou do e-mail:

nelson.lopes@aguasdoribatejo.com

 

PUBLICADO POR samoraemmovimento às 22:33

QUEM SOMOS

VER PERFIL

SEGUIR PERFIL

4 seguidores
PESQUISAR
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Dezembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9

15
19

21
22
26

28
30


ARQUIVOS
2020:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2019:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2018:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2017:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2016:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2015:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2014:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2013:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2012:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2011:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2010:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2009:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2008:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


tags

todas as tags

subscrever feeds
blogs SAPO