20 de Janeiro de 2010

 

 

       ALBERTINA PATO

O executivo camarário deliberou, atribuir a medalha de Mérito Municipal (grau prata) aos poetas populares: João “Sabino” e Albertina Pato, seguindo o critério adoptado aquando da atribuição de medalha de Mérito Municipal a Piedade Salvador e Guilhermina Côdea, em 1995. Esta distinção será feita durante o 10º Encontro de Poetas Populares do Ribatejo a decorrer no próximo dia 30, no Palácio do Infantado, em Samora Correia.  
 

 

PUBLICADO POR samoraemmovimento às 23:27

 

 

 

  

 

   Em resposta aos vereadores Ana Casquinha e José d’Ávo que questionaram a qualidade da água em Benavente e em Samora Correia, abordando, respectivamente, a coloração e o cheiro a lixívia da água, e relativamente à coloração acastanhada da água em Benavente, o Presidente esclareceu que, ao ter conhecimento do facto da água apresentar um tom amarelado, procurou informar-se junto dos serviços sobre o que se estaria a passar e se teria havido algum rebentamento de conduta que levasse à realização de purgas e ao aparecimento de água com este tom. Foi-lhe dito que não houve nenhuma ruptura mas sim purgas normais na rede.

Sobre o sabor a lixívia informou que “as “Águas do Ribatejo” têm uma empresa que faz o controle analítico da qualidade da água, seguidamente têm que publicar as análises efectuadas à qualidade e enviá-las para o Instituto Regulador, como é sua obrigação. “A empresa introduziu uma alteração, com a qual eu discordo inteiramente, mas que é uma obrigação legal, que é de subir os níveis de cloro da água e levá-los para parâmetros que a lei exige, dai esse cheiro a lixívia que não era habitual”, esclareceu.

Enquanto as águas estiveram sob a responsabilidade da Câmara Municipal nunca foi introduzida tal quantidade de cloro “porque a nossa água não vem de um rio visível ou de uma albufeira. Nós estamos a beber água que é captada em níveis freáticos profundos de um rio subterrâneo que corre debaixo de nós, captada a mais de 200 metros de profundidade. Qualquer técnico percebe que esta água é bacteriologicamente pura e que o cloro serve apenas para fazer o combate às bactérias,

Os técnicos da “Águas do Ribatejo” não têm mostrado disponibilidade para aceitar os argumentos do Presidente da Câmara porque, por vezes, dizem encontrar bactérias numa amostra. “A resposta a esta afirmação só pode ser que o defeito está na amostra”, garantiu, acrescentando: “Muitas vezes não se faz a desinfecção do ponto onde se recolhe como se deve fazer, e a utilização das mãos ou o acesso de qualquer pessoa a mexer numa torneira, leva á concentração de bactérias que vão junto com a colheita. “Precisamos de cloro apenas para os depósitos de armazenagem de água e para nada mais. Não precisamos de injectar permanentemente na rede, através de doseador, uma quantidade de cloro que dá aquele sabor a que não estávamos habituados. A prova é que já houve duas colheitas na mesma rede, uma bacteriologicamente pura e outra com bactérias, provando que o defeito só pode estar necessariamente na amostra”, informou.

Esta é mais uma batalha que o Presidente da Câmara diz ir ter para frente e que considera importante na defesa dos interesses dos Munícipes. 
 

A finalizar o Presidente contou uma situação que vivenciou há muitos anos atrás, quando era vereador da Câmara Municipal e foi à Direcção Geral de Saneamento Básico por causa de uma análise a uma amostra da água em Santo Estêvão. “Eu disse ao técnico que me recebeu que a água tinha sido captada a 50 metros, e ele imediatamente informou: ‘A 50 metros? Então essa água é pura, não há possibilidade de qualquer contaminação a essa profundidade’. Quanto mais a 200 metros onde é captada agora a nossa água”, frisou o Presidente. 

 

 

SITUAÇÃO PREOCUPANTE DO ESTADO DA SAÚDE NO MUNICÍPIO: 
 

Respondendo ao vereador José d’Avó sobre os milhares de utentes sem médico de família no Município; o facto da extensão de Saúde do Porto Alto ter deixado de ter consultas regulares, entre outras questões sobre o estado da saúde no Município (questões já conhecidas e debatidas pelo executivo), o Presidente referiu-se a um caminhar que tem sido tão difícil para os portugueses, com problemas tão graves que não parecem ter solução à vista. “Nós estamos a assistir à reforma antecipada de médicos que estão no Sistema Nacional de Saúde que, muitas vezes passam a trabalhar em Hospitais Particulares e até para empresas que por sua vez trabalham para o Ministério da Saúde”, lembrou.

A falta de médicos de família é uma realidade que afecta o pais, e em muito este Município e esta sub região. “Numa Europa a 27 em que desaparecem as fronteiras do ponto de vista económico mais a circulação de pessoas e bens, seguramente que haverá a possibilidade de recrutar médicos que se adaptam com facilidade e que respondem ás necessidades que nós temos. Porque os custos da saúde, como sabemos, não estão nos recursos humanos mas sim nos meios de diagnóstico e em medicamentos onde são gastos dois terços do orçamento da saúde. Por isso, é falso o argumento de que o País não tem condições para recrutar novos médicos. 
 

O Presidente informou que pretende esperar mais uma semana pela resposta da Ministra da Saúde ao seu pedido de audiência, “por uma questão de delicadeza”, mas na próxima semana irá pressiona-la “em nome da nossa população, porque preciso de lhe transmitir não apenas o mau estar existente, mas a sensação de que se não forem tomadas medidas já, caminhamos para o desastre e para a tal situação em que os médicos, por manifesta falta de tempo, em vez de verem as pessoas, apenas passam medicamentos ou exames aumentando ainda mais o défice na saúde e prejudicando cada vez mais os utentes que não vêem soluções”.

O Presidente disse não se importar de estabelecer um protocolo com uma cidade cubana, com o objectivo de importar médicos, “mas apenas se não tiver outra solução, porque quem governa o País é quem tem que tomar decisões adequadas aos problemas que temos pela frente”, friou. 

 

PUBLICADO POR samoraemmovimento às 22:59

QUEM SOMOS

VER PERFIL

SEGUIR PERFIL

4 seguidores
PESQUISAR
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Janeiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

14
15

22




ARQUIVOS
2020:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2019:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2018:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2017:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2016:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2015:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2014:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2013:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2012:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2011:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2010:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2009:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2008:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


tags

todas as tags

subscrever feeds
blogs SAPO