23 de Fevereiro de 2010

 

    O director do Agrupamento de Escolas de Samora Correia,  queixa-se do excesso de alunos nas escolas da freguesia e diz que a falta de condições prejudica o desempenho de professores e alunos e coloca dificuldades na gestão do espaço. De momento o agrupamento conta com 1621 alunos. A situação mais preocupante é a verificada na EB 2, 3 Professor João Fernandes Pratas onde estudam 765 jovens.

 

    RESOLVER O PROBLEMA DA SOBRELOTAÇÃO DA ESCOLA

   E A CRIAÇÃO DO ENSINO SECUNDÁRIO, SÃO AS PRIORIDADES

  DIZ CESAR BARREIRA

 

“O ideal seria termos apenas cerca de 500 alunos. Neste momento temos 33 turmas em vez de 20, que é a o número para o qual o espaço foi dimensionado. Para além disso no 2º ciclo temos turmas de 28 alunos em vez de 25 ou menos”, realça César Gabriel Barreira com preocupação. “Um número mais reduzido de alunos permitiria um outro tipo de acompanhamento por parte dos professores o que facilitaria o desempenho de alunos e professores”, acrescenta.

Outra das preocupações do director prende-se com a falta de pessoal docente e auxiliar. “Este ano cerca de 50 por cento dos professores saíram. Tínhamos 126 professores e este ano só ficaram cerca de 60, o que afecta o desempenho do agrupamento”, conclui com apreensão.

A maior ambição do director é a criação de condições para a população escolar do agrupamento, que resolvam os problemas de sobrelotação e a inclusão do ensino secundário na freguesia. “Não havendo oferta gera-se a dispersão por Benavente e Salvaterra, com maiores encargos para as famílias e isso leva muitas vezes ao abandono escolar”, refere César Barreira.

O MIRANTE tentou contactar a Direcção Regional de Educação de Lisboa e Vale do Tejo (DRELVT) no sentido de obter esclarecimentos relativamente a estas questões mas não obteve qualquer resposta até ao fecho desta edição.

 

NOTICIA JORNAL O MIRANTE

 

PUBLICADO POR samoraemmovimento às 22:28

 

O presidente da Câmara Municipal de Benavente vai exigir o reforço dos meios humanos e materiais necessários para que a GNR possa cumprir a sua missão.

A garantia foi dada pelo autarca depois de questionado, na última reunião de câmara, por parte da vereadora Ana Casquinha (PS) sobre o aumento da criminalidade violenta no município.

“Apesar de sermos um município tranquilo, com índices de criminalidade que nada têm que ver com outros que nos circundam mais ligados à grande urbe, estamos cada vez sujeitos às rondas feitas por grupos de criminosos organizados”, afirmou António José Ganhão (CDU).

No espaço de uma semana três estabelecimentos comerciais foram visitados pelos amigos do alheio. A 2 de Fevereiro de Fevereiro o funcionário de um posto de abastecimento do Porto Alto foi esfaqueado por três encapuzados. No dia seguinte uma ourivesaria foi assaltada em Benavente e três dias depois foi a vez de um restaurante. Já no dia 14 de Fevereiro três homens arrombaram o vidro do posto de abastecimento, em Benavente, onde há três anos uma funcionária foi morta a tiro durante um assalto.

“Eles saem e entram rapidamente na auto-estrada. Considero que esta situação não está desligada da grave crise económica e social que o país atravessa e não tem origem no nosso município”.

António José Ganhão garante que está atento à situação e disponível para insistir junto da GNR e do próprio ministro para a urgência da medida. O autarca está convencido de que se trata de criminalidade vinda do exterior, bem organizada, que deixa pouca margem de manobra às forças de segurança. “No caso do assalto à ourivesaria, o carro roubado ficou em Santo Estevão, e quando a GNR lá chegou ainda estava a trabalhar. Se a GNR estivesse melhor apetrechada talvez tivesse sido possível apanhar os criminosos”, disse.

 

PUBLICADO POR samoraemmovimento às 22:22

 

 

XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

PUBLICADO POR samoraemmovimento às 22:19

QUEM SOMOS

VER PERFIL

SEGUIR PERFIL

3 seguidores
PESQUISAR
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Fevereiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9


26



ARQUIVOS
2019:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2018:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2017:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2016:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2015:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2014:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2013:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2012:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2011:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2010:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2009:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2008:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


tags

todas as tags

subscrever feeds
blogs SAPO