Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

SAMORA EM MOVIMENTO

" A INFORMAÇÃO NO MOMENTO "

SAMORA EM MOVIMENTO

" A INFORMAÇÃO NO MOMENTO "

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SAMORA CORREIA ESTÁ SOBRELOTADO

 

    O director do Agrupamento de Escolas de Samora Correia,  queixa-se do excesso de alunos nas escolas da freguesia e diz que a falta de condições prejudica o desempenho de professores e alunos e coloca dificuldades na gestão do espaço. De momento o agrupamento conta com 1621 alunos. A situação mais preocupante é a verificada na EB 2, 3 Professor João Fernandes Pratas onde estudam 765 jovens.

 

    RESOLVER O PROBLEMA DA SOBRELOTAÇÃO DA ESCOLA

   E A CRIAÇÃO DO ENSINO SECUNDÁRIO, SÃO AS PRIORIDADES

  DIZ CESAR BARREIRA

 

“O ideal seria termos apenas cerca de 500 alunos. Neste momento temos 33 turmas em vez de 20, que é a o número para o qual o espaço foi dimensionado. Para além disso no 2º ciclo temos turmas de 28 alunos em vez de 25 ou menos”, realça César Gabriel Barreira com preocupação. “Um número mais reduzido de alunos permitiria um outro tipo de acompanhamento por parte dos professores o que facilitaria o desempenho de alunos e professores”, acrescenta.

Outra das preocupações do director prende-se com a falta de pessoal docente e auxiliar. “Este ano cerca de 50 por cento dos professores saíram. Tínhamos 126 professores e este ano só ficaram cerca de 60, o que afecta o desempenho do agrupamento”, conclui com apreensão.

A maior ambição do director é a criação de condições para a população escolar do agrupamento, que resolvam os problemas de sobrelotação e a inclusão do ensino secundário na freguesia. “Não havendo oferta gera-se a dispersão por Benavente e Salvaterra, com maiores encargos para as famílias e isso leva muitas vezes ao abandono escolar”, refere César Barreira.

O MIRANTE tentou contactar a Direcção Regional de Educação de Lisboa e Vale do Tejo (DRELVT) no sentido de obter esclarecimentos relativamente a estas questões mas não obteve qualquer resposta até ao fecho desta edição.

 

NOTICIA JORNAL O MIRANTE

 

MAIS SEGURANÇA NO CONCELHO DE BENAVENTE

 

O presidente da Câmara Municipal de Benavente vai exigir o reforço dos meios humanos e materiais necessários para que a GNR possa cumprir a sua missão.

A garantia foi dada pelo autarca depois de questionado, na última reunião de câmara, por parte da vereadora Ana Casquinha (PS) sobre o aumento da criminalidade violenta no município.

“Apesar de sermos um município tranquilo, com índices de criminalidade que nada têm que ver com outros que nos circundam mais ligados à grande urbe, estamos cada vez sujeitos às rondas feitas por grupos de criminosos organizados”, afirmou António José Ganhão (CDU).

No espaço de uma semana três estabelecimentos comerciais foram visitados pelos amigos do alheio. A 2 de Fevereiro de Fevereiro o funcionário de um posto de abastecimento do Porto Alto foi esfaqueado por três encapuzados. No dia seguinte uma ourivesaria foi assaltada em Benavente e três dias depois foi a vez de um restaurante. Já no dia 14 de Fevereiro três homens arrombaram o vidro do posto de abastecimento, em Benavente, onde há três anos uma funcionária foi morta a tiro durante um assalto.

“Eles saem e entram rapidamente na auto-estrada. Considero que esta situação não está desligada da grave crise económica e social que o país atravessa e não tem origem no nosso município”.

António José Ganhão garante que está atento à situação e disponível para insistir junto da GNR e do próprio ministro para a urgência da medida. O autarca está convencido de que se trata de criminalidade vinda do exterior, bem organizada, que deixa pouca margem de manobra às forças de segurança. “No caso do assalto à ourivesaria, o carro roubado ficou em Santo Estevão, e quando a GNR lá chegou ainda estava a trabalhar. Se a GNR estivesse melhor apetrechada talvez tivesse sido possível apanhar os criminosos”, disse.

 

O JOGO FOI SÓ UM, MAS AS OPINIÕES DOS PROTAGONISTAS FORAM DIFERENTES

 

  O jogo de ontem na Murteira, foi só um, mas as opiniões dos protagonistas do derby, foram diferentes, cada um puxou para o seu lado e no final o dever foi cumprido, cada equipa deu o seu melhor, ambas queriam vencer, mas o empate acaba por ser um resultado justo e que deixa tudo em aberto, quanto ao apuramento para a fase seguinte do campeonato.

JOÃO BANCALEIRO treinador do Samora Correia, disse que a sua equipa poderia ter ganho, dominou durante grande parte da partida, mas que nos momentos finais, não soube gerir a vantagem. Aceita o empate, pois a equipa da AREPA acreditou até ao fim que o empate seria possivel.

 

Por outro lado o treinador KIKAS  da AREPA, disse: A minha equipa merecia ter vencido o jogo, teve as melhores oportunidades de golo, mas infelizmente não conseguimos vencer.Tudo está em aberto, faltam dois jogos e vamos acreditar como sempre até ao fim, que o apuramento é possivel.

 

 

ANTONIO SOUSA E ANTONIO JOSE LAMEIRAS, os Presidentes do SAMORA  e da AREPA, no final do jogo estavam com estados de espirito diferentes, SOUSA estava desapontado com a arbitragem, que diz ter prejudicado a sua equipa, por outro lado LAMEIRAS  quis enaltecer o comportamento dos seus jogadores, que lutaram até ao fim pelo melhor resultado. Quanto ao futuro, como hoje, a equipa luta sempre para vencer, se conseguirmos o apuramento, tudo bem, se não. continuaremos a ser a equipa que sempre fomos,humilde e unida.

 

BOCK o jogador da AREPA que marcou o primeiro golo e foi expulso nos momentos finais por acumulação de amarelos, explica á IRIS FM, que não percebe a sua expulsão pois so viu um cartão amarelo 

EMPATE JUSTO EM DERBY EMOTIVO, MOLHADO E COM GOLOS

 

 

   AREPA EMPATA AO CAIR DO PANO

 

 

   FESTA DO SAMORA E A TRISTEZA DE SERGIO

 

 

 Estadio da Murteira em Samora Correia

Arbitro - Rodrigo Teles, auxiliado por Jose Sequeira e Simão Fortio

SAMORA - Carrelhas, Praia, Resende, Achim e Carlos: Paulo Sergio, Caveira, João Vitor e Vitor Hugo: Andrey e Pimenta.

na segunda parte sairam Andrey, Vitor Hugo e Caveira, entrando Cardoso, Nuno Matias e Cabo Sete.

 

AREPA - Sergio: Canceira, Relvas, Carvalho e Ronny, Bock, Ricardinho, Zeca e Marildo  ;Cococha e Valter.

na segunda parte sairam Marildo, Ricardinho e Zeca, entrando Inacio, Caetano e Gualdino.

 

GOLOS

10m PRAIA 1-0

12m BOCK 1-1

80M NUNO MATIAS 2-1

94M CANCEIRA 2-2

 

   Ambas as equipas queriam ganhar, ambas poderiam ter ganho, mas o empate acabou por ser o resultado mais justo.

    O Derby da Murteira, foi emotivo, molhado, nem sempre bem jogado e com golos. A equipa do Samora, entrou bem no jogo, á procura do golo, com uma equipa da AREPA cautelosa. O primeiro golo surgiu cedo, logo aos 10 minutos, após um primeiro remate que Sérgio defendeu, apareceu na recarga Praia que não falhou fazendo o primeiro golo da partida.

     Não durou muito a vantagem do Samora, volvidos dois minutos, jogada confusa na área samorense e Bock oportuno a rematar colocado e a empatar a partida.

     Estava animado o derby e com golos, o futebol praticado não era o melhor, mas o jogo estava emotivo e com um lance em que Sérgio agarrou a bola, dentro ou fora da área, o arbitro marcou livre e cartão amarelo para Sérgio.

    Veio o intervalo com um empate que se aceitava, na segunda parte, entrada pressionante dos locais, em busca do segundo golo, a AREPA sempre que podia contra atacava com perigo.

    Bencaleiro e Kikas fizeram altarações nas equipas, Bencaleiro fez entrar Nuno Matias e Cardoso para a frente. Kikas fazia entrar Inácio e Caetano para reforçar o meio campo e apostar no contra ataque rápido.

   O Samora procurava o golo, Sérgio defendia por instinto um remate para golo, na resposta Cococha isola se e frente a Carrelhas e falha atirando ao lado.

   Aos 35 minutos desta segunda parte , Caveira remata de longe, Sérgio faz defesa atabalhoada, a bola vai á barra e na recarga Nuno Matias faz o segundo do Samora. Algumas culpas para Sérgio, deslize bem aproveitado por Nuno Matias, era a festa da equipa axadrezada.

   Mas o jogo ainda não tinha acabado, a AREPA lutou até ao apito final, acreditou que era possível chegar ao empate e nos momentos finais da partida, livre na esquerda, marcado para o interior da área do Samora, o guarda Sérgio da AREPA também foi lá á frente dar uma ajuda, a defesa do Samora não consegui aliviar e Canceira acabou por fazer o remate final para o fundo da baliza de Carrelha.

   Estava restabelecida a igualdade na Murteira, segundos depois Rodrigo Teles o arbitro da partida apitava para o final, sem antes ter expulsado Bock, por acumulação de amarelos. O jogador da AREPA diz que não tinha visto nenhum cartão durante o jogo.

    De facto o arbitro da partida não teve tarefa fácil, o lance de SERGIO na primeira parte e a expulsão de Bock já perto do final, para além de algumas decisões nem sempre correctas.

   Um empate justo, admitido pelo treinador Bencaleiro, quanto a Kikas diz que a sua equipa merecia a vitoria. Quanto ao apuramento para a fase seguinte do campeonato, tudo adiado para as duas jornadas finais.

 

 PRIMEIRO GOLO DA AREPA

 

 

             SERGIO DESTA VEZ SEGURA

 

AREPA PODE GANHAR TRÊS PONTOS NA SECRETARIA

     Era a noticia do dia na Murteira, a equipa da AREPA pode ganhar três pontos, que poderão ser retirados aos Amigos do Coruchense por terem mencionado na ficha do jogo com a AREPA em Coruche, os nomes do treinador e de um dirigente que estavam castigados e não poderiam ir para o banco.

   Esta situação, aguarda a confirmação por parte da Associação de Futebol de Santarém

.
 
 
RESULTADOS DA 16 ª JORNADA
 
 
          PONTEVEL 4 SALVATERRENSE 4
    MARINHAIS 0 AMIGOS DO CORUCHENSE 2
               GLORIA 2 BARROSENSE 4
              SAMORA 2   AREPA 2
 
Folgou BENAVENTE
 
CLASSIFICAÇÃO
 
1º BENAVENTE   37 PONTOS
2º SAMORA           28
3º AREPA               25
4º BARROSENSE 21
    SALVATERRENSE 21 mais um jogo
6º GLORIA             20  mais um jogo
7º AMIGOS CORUCHENSE 14 PONTOS
8º PONTEVEL       12
9º MARINHAIS       4

 

 

 

INICIADOS DO SAMORA CORREIA VENCERAM ALVERCA

 

 

 

       A  FESTA DO GOLO

 

 

            RUBEN MARCOU O PRIMEIRO GOLO

 

   Hoje de manhã, na Murteira os Iniciados do Grupo Desportivo de Samora Correia, conseguiram a sua segunda vitoria no campeonato Nacional da Categoria. A equipa samorense venceu por 2-0  a equipa do Alverca , que hoje teve uma manhã em que nada lhe saiu bem.

   A equipa do Samora, marcou o seu primeiro golo, logo aos 10 minutos por Ruben, reacção pronta da equipa do Alverca, que ficou reduzida a dez jogadores, após uma agressão do jogador do Alverca ao seu adversário. Com menos um jogador a equipa do Alverca não consegui dar a volta ao marcador, perante um Samora Correia, que trocou muito bem a bola, enervou o adversário e talvez tenha feito o melhor jogo da epoca.

   Na segunda parte, num rapido contra ataque, Pardal não perdou frente ao guarda redes adversário, fazendo o segundo golo da sua equipa. O Alverca bem tentou reduzir, mas de facto os jovens do Alverca hoje tiveram um dia para esquecer.

  Na sua estreia nos Nacionais o Samora Correia, soma assim a segunda vitoria, mais três empates, nos vinte jogos já realizados. Foi uma vitória moralizante, para os dois jogos que faltam disputar no campeonato.

 

 

PESADOS CIRCULAM EM TRANSGRESSÃO EM SAMORA CORREIA

 

 

 

          PARQUE DA MURTEIRA CONTINUA VAZIO

Os motoristas de pesados continuam a circular e a estacionar em transgressão no Bairro de Nossa Senhora da Oliveira, em Samora Correia, concelho de Benavente. Apesar das duas tabuletas à entrada do bairro, que proíbem a circulação de veículos com peso superior a dez toneladas, os camionistas não respeitam os sinais de trânsito, para desagrado dos moradores e comerciantes do bairro.

 

Isabel Silva trabalha numa loja de roupa na esquina da Rua António Sérgio e refere que apesar da intensidade do tráfego ter diminuído por altura do Natal, as infracções mantém-se. “Os camiões circulam normalmente nestas ruas e estacionam no terreno de terra batida no final da rua, junto à bomba da Galp. O pior é à hora de almoço e também aos fins-de-semana”, explica.

 

Também os moradores se queixam da situação. José Manuel Silva, de 81 anos, diz que os “camionistas fazem muito barulho de manhã, a arrancar com os veículos”. Para além disso, os moradores queixam-se do estado em que fica o piso. “É claro que sendo camiões mais pesados acabam por danificar o piso do estacionamento e também a estrada”, refere o octogenário.

 

A Câmara Municipal de Benavente já tomou medidas para evitar o estacionamento abusivo nas zonas habitacionais de Samora Correia. O vereador responsável pelo trânsito explicou a O MIRANTE que foi criado um parque de estacionamento para veículos pesados na zona industrial da Murteira. “As questões passam por um período de adaptação, mas já foi feita a reunião de câmara uma proposta global de restrição de estacionamento de pesados de mercadorias na freguesia de Samora Correia”, realça Miguel Cardia.

 

O Cabo Valério, do posto da GNR de Samora Correia diz no entanto que essa sensibilização foi feita há cerca de três meses e “neste momento estamos a autuar os infractores e desde Dezembro já temos mais de trinta autos”. O problema, no entanto, está na incapacidade para rebocar veículos destas dimensões e deste peso.

 

NOTICIA JORNAL O MIRANTE

 

CARNAVAL - FORA DE HORAS- EM SAMORA : O SÃO PEDRO AJUDOU E O DESFILE VEIO PARA A RUA

 

 

 

  Apesar de ser um Carnaval " fora de horas" , milhares de pessoas vieram a Samora Correia, para assistir ao Corso de hoje, em substituição do Corso da passada terça feira.,  que não se pode  realizar devido ao mau tempo.

  Hoje o S.Pedro deu uma ajuda, não choveu e o Corso Carnavalesco pode sair á rua. Menos gente que no passado domingo, mas mesmo assim muito publico na Avenida o Seculo e ruas anexas,

  Os foliões estavam desertos para poder sair e divertiram se na despedida do Carnaval 2010.

  Para hoje á noite estava previsto o Enterro do Santo Entrudo, mas o S.Pedro desta vez não ajudou e o Entrudo ficou por enterrar.

 

    Foi mais um Carnaval de Samora, com muita animação e divertimento, este ano com um desfile final " FORA DE HORAS ".

 

Em tempo de Balanço deixe a sua opinião sobre o CARNAVAL DE SAMORA 2010.

CLICK NO MAIL   samoraemmovimento@sapo.pt

 

 

 

VEJA O VIDEO SAMORAONLINE DO CORSO CARNAVALESCO DE SABADO

 

http://www.samoraonline.com/noticias/ver.asp?id=452

 

 

BTT - TRILHO DOS LIMITES - DOMINGO 28 FEVEREIRO

 

 

   TRILHO DOS LIMITES - NO CAMPO DE TIRO

 

Estão abertas as inscrições para o próximo Passeio BTT, no dia 28 de Fevereiro de 2010, com concentração e  partida no Campo de Tiro Alcochete. Pode-se inscrever até às 12h do dia 26 de Fevereiro (nome, B.I. e data de nascimento).

PASSEIO BTT – “Trilho dos Limites”

Dia: 28-Fev-2010

 

Dia: 28-Fev-2010
 
  
LOCAL DE CONCENTRAÇÃO

CAMPO TIRO ALCOCHETE

PERCURSO 30 KM

NIVEL II - EXIGE RAZOAVEL CONDIÇÃO FISICA

 

INSCRIÇÕES GRATIS

NOME, DATA NASCIMENTO E BI

ATE ÁS 12 HORAS DE 26-02-2010

 

LOCAIS DE INSCRIÇÃO

 

Sector Desporto - Piscinas Municipais Benavente tel. 263519682

 

telemovel 968579439

 

email    desportocmb@mail.telepac.pt

 e Junta Freguesia Samora Correia

 

 

CENTRO DE NEGOCIOS LUSO CHINÊS INAUGURADO

 

 O Grupo IMOVIA, inaugurou ontem sexta feira o CENTRO DE NEGOCIOS LUSO CHINES em Samora Correia, num investimento de 15 milhões de euros.

 

Simão Soares da Costa, administrador do grupo, referiu à Lusa que este espaço nasce com o objetivo de promover as relações luso-chinesas e de permitir a instalação de mais empresários chineses no país. O espaço, que se estende por mais de 24 mil metros quadrados na zona do Porto Alto (Samora Correia), tem já 90 por cento da sua ocupação preenchida com armazéns de produtos importados da China. No total, este centro de negócios é composto por 12 armazéns, 15 escritórios, um auditório e um bar de cafetaria.

O administrador da Imovia disse ainda à Lusa que o grupo está a negociar com empresários de “tradings” chinesas para aqui se instalarem. “Este é um espaço que também promove a presença chinesa em Portugal como permite aumentar as exportações de produtos portugueses para a China”, frisou ainda Soares da Costa.

O embaixador chinês em Portugal, Gao Kexiang, foi convidado para a inauguração e referiu à Lusa que este é um investimento “importante” porque permite reforçar as relações económicas entre os dois países. “Este centro de negócios desempenha um papel de aproximação e de aprofundamento das relações e espero que promova o desenvolvimento não só das importações chinesas para Portugal como também das exportações portugueses para o nosso pais”, frisou o diplomata.

 

NOTICIA JORNAL O RIBATEJO