20 de Dezembro de 2010

 

 

noticia CORREIO DA MANHÃ

 

 

Um homem de nacionalidade chinesa foi ontem morto a tiro, no Porto Alto, Samora Correia, no decorrer de um assalto à mão armada efectuado por quatro indivíduos a um armazém grossista de produtos chineses.

 

 

O homicídio teve lugar pelas 19h25, com a vítima a ser atingida por um tiro de caçadeira na zona abdominal. Ao que tudo indica, terá sido utilizada outra arma, uma vez que havia invólucros perto do corpo. Os suspeitos fugiram num Seat e já teriam visitado o local do crime durante a manhã. 

PUBLICADO POR samoraemmovimento às 23:59

 

 

A educação e as acessibilidades são as duas grandes prioridades do município de Benavente para 2011. O orçamento para o próximo ano ronda os 20 milhões de euros - menos dois milhões que no ano passado – e por isso a câmara apresentou uma proposta contida que dá primazia às obras com candidatura já aprovada no QREN (Quadro de Referência Estratégico Nacional). É o caso do Centro Escolar de Porto Alto, variante a Samora Correia, variante à Vila das Areias, em Benavente, e ligação da estrada 515 à 118-1, entre Barrosa e Santo Estêvão.

 

As propostas de orçamento e as Grandes Opções do Plano foram aprovadas por maioria na última assembleia municipal, realizada na tarde de sexta-feira, 17 de Dezembro, com 14 votos a favor da CDU e 10 abstenções das restantes bancadas (PS, PSD, CDS-PP e BE).

 

O documento prevê ainda um conjunto de intervenções que dizem respeito a ruas e arruamentos, bem como à rede viária e a espaços verdes, como é o caso da urbanização de Vale Bispo, na Barrosa. Algumas obras darão continuidade ao trabalho já iniciado no ano anterior.

 

O presidente da Câmara Municipal de Benavente considera importante que face aos fundos disponíveis se dê prioridade a obras comparticipadas. “Estamos a concluir um conjunto de projectos tendo em conta a possibilidade de virmos a conseguir novas candidaturas na reformulação do QREN que se vai verificar no ano de 2011”, explicou a O MIRANTE António José Ganhão (CDU).

 

O autarca garante ainda que a câmara está atenta aos equipamentos sociais. “Só temos um em condições de avançar que é o lar para pessoas com deficiência do CRIB, mas está já em fase de aprovação a candidatura da nova creche para Benavente e temos a expectativa de que o Lar da Maxuqueira possa vir a ser financiável”, revela o autarca que garante que estas obras estão contempladas, mas com alguma indefinição no que diz respeito aos prazos. “Temos a esperança de poder vir a incluir novos projectos e a fazer uma primeira revisão do orçamento já com a inclusão de novas candidaturas”, concluiu.

 

O deputado do Bloco de Esquerda, Hélder Agapito, reclamou mais participação na elaboração de orçamentos futuros. O deputado do PSD, Nuno Ganhão, lamentou por seu lado que o orçamento tenha em previsão a construção de estradas em vez de mais escolas.

 

A bancada do PS, pela voz de Joaquim Castanheiro, desafiou António José Ganhão a oferecer gratuitamente as refeições aos alunos do primeiro ciclo. A sugestão não foi bem acolhida. “Não recebemos lições de ninguém em matéria de gestão municipal. Se o Ministério da Educação, a quem essa medida já foi proposta, diz que o país não tem condições para isso serão os municípios a fazê-lo?”, questionou o presidente lembrando que o município já foi pioneiro ao garantir gratuitamente as refeições às crianças do ensino pré-escolar. António José Ganhão sublinha que Benavente tem um orçamento “cauteloso e prudente” que não hipoteca o futuro da câmara.

 

PUBLICADO POR samoraemmovimento às 23:59

 

 

CASA MORTUÁRIA (VELÓRIO)

 

   A Assembleia de Freguesia de Samora Correia, reuniu na passada Quinta feira 16 de Dezembr, com varios pontos em Agenda. O orçamento para o ano de 2011, foi aprovado pela maioria CDU, com a abstenção dos autarcas do SAMORA AGORA e PSD.

   Como obras para 2011, o executivo da Junta de Freguesia propôs obras que já tinham estado previstas para 2010, mas que não se realizaram, a restruturação do espaço das traseiras da Cooperativa e do Jardim do Bairro de Nossa Senhora de Oliveira, para além da Casa Mortuária (Velorio), há muitos anos que está para ser construida e ainda não foi em 2010. Será que vai ser em 2011?

 

    

PUBLICADO POR samoraemmovimento às 23:58

 

 

NOTICIA MIRANTEONLINE

 

 

Duas pedras que revestiam a fachada principal do novo Centro Escolar de Samora Correia,  desprenderam-se. Há dois meses, altura em que se registou o incidente, que a entrada de alunos, professores e funcionários está a fazer-se por um local alternativo.

 

O presidente da Câmara Municipal de Benavente, António José Ganhão (CDU), garantiu a O MIRANTE que para evitar danos em pessoas e bens foram tomadas logo na altura as necessárias medidas de segurança. “Isolámos toda a zona guarnecida com pedras dos centros escolares que poderiam estar sujeitas ao mesmo tipo de problema: má colagem das pedras no edifício”, esclarece. As mesmas medidas foram adoptadas no novo Centro Escolar de Benavente, construído pela mesma empresa. Os espaços de recreio e logradouro só estão a ser utilizados nos sítios que não coincidem com o revestimento a pedra.

 

O empreiteiro foi chamado na altura ao local, bem como técnicos do Instituto Superior de Qualidade e do Laboratório Nacional de Engenheira Civil que realizaram averiguações e que irão produzir um relatório com propostas de soluções que o empreiteiro terá que realizar. A questão foi levantada na última Assembleia Municipal de Benavente, realizada sexta-feira, 17 de Dezembro, pela eleita do PSD, Dora Morgado, que quis saber por que razão as pedras não foram ainda repostas.

 

Os novos centros escolares de Benavente e Samora Correia foram concluídos mais cedo do que estava previsto, por menos dinheiro e o valor dos equipamentos - comparticipados por fundos comunitários - foi integralmente adiantado pela Câmara Municipal de Benavente.

 

Em cada um dos centros escolares - inaugurados em Setembro de 2009, com a presença do Secretário de Estado do Desenvolvimento Regional, Rui Baleiras - a autarquia poupou cerca de 500 mil euros. O presidente da Câmara Municipal de Benavente explicou na altura que o orçamento que estava associado aos projectos levou o executivo a considerar que era possível reduzir custos. “O que sacrificámos foi algum luxo no revestimento exterior. Não retiramos nada do interior, necessário para a qualidade de professores e alunos”, garantiu então. Os dois equipamentos ficaram concluídos a tempo de acolher a comunidade escolar no início do ano lectivo.

 

O Centro Escolar de Benavente envolveu um investimento global de 1.583.694,59 euros com comparticipação do Feder de 1.041.287,83. Possui três salas de jardim-de-infância, oito do primeiro ciclo do ensino básico, salas polivalentes para prolongamento de horários, centro de recursos, cozinha, refeitório, sala de convívio para professores, gabinetes, salas de trabalho e arrumos. Tem parque infantil e mini-campo desportivo.

 

O Centro Escolar de Samora Correia custou 1.734.986,93 euros e teve uma comparticipação de 1.147.724,55 euros. O espaço tem três salas de jardim-de-infância, doze salas para o primeiro ciclo do ensino básico e os restantes espaços comuns ao centro escolar de Benavente. Os dois espaços funcionam com lotação completa.

PUBLICADO POR samoraemmovimento às 22:48

QUEM SOMOS

VER PERFIL

SEGUIR PERFIL

4 seguidores
PESQUISAR
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Dezembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

14
16
18

21
23
24

26
28
29
30


ARQUIVOS
2019:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2018:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2017:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2016:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2015:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2014:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2013:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2012:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2011:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2010:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2009:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2008:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


tags

todas as tags

subscrever feeds
blogs SAPO