Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

SAMORA EM MOVIMENTO

" A INFORMAÇÃO NO MOMENTO "

SAMORA EM MOVIMENTO

" A INFORMAÇÃO NO MOMENTO "

OURIVESARIA ASSALTADA EM SAMORA CORREIA

 

 

noticia CORREIO DA MANHÃ

 

Três indivíduos armados assaltaram ao início da tarde desta quinta-feira uma ourivesaria em Samora Correia, concelho de Benavente, levando vários artigos em ouro e uma quantia não especificada em dinheiro, disse à Lusa fonte da GNR.

 

 assalto ocorreu pelas 13h00 e no interior da loja encontravam-se os proprietários e dois clientes.

Segundo a mesma fonte, um dos assaltantes estava munido de uma pistola e outro de um martelo.

Os assaltantes acabaram por levar vários artigos em ouro e uma quantia em dinheiro, colocando-se em fuga numa viatura ligeira.

O caso está agora a ser investigado pela Polícia Judiciária.

 

 

 

 

Fazem carjacking e atacam ourives

 

Começaram pelo ataque a um condutor na Pontinha, Odivelas, roubando-lhe a carrinha Mercedes com ameaça de pistola. Guardaram o veículo na noite de anteontem, para, algumas horas depois, em Samora Correia, Benavente, atacarem de pistola, caçadeira e machado em punho, uma ourivesaria e óptica – pela contabilização do CM, foi o 54º assalto deste ano a ourivesarias, 94º ao ouro em geral. Os quatro continuam a monte.

 

A Mercedes foi roubada ao proprietário às 23h20 de quarta-feira. A vítima, de 32 anos, conduzia na rua da Liberdade, Pontinha, Odivelas, quando encostou para fazer um telefonema de emergência. A oportunidade foi logo aproveitada pelo gang de encapuzados, que estava no local e rapidamente apontou a pistola ao condutor, roubando-lhe a carrinha.

A viatura reapareceu pouco antes das 13h00 de ontem, junto à ourivesaria e óptica Ribatejo, no centro de Samora Correia. Joaquim Costa, 71 anos, estava dentro do seu automóvel quando viu três encapuzados a correrem para dentro do estabelecimento, vestidos de escuro. No interior da ourivesaria estavam uma cliente com o filho menor, a empregada e António e Adélia Sousa, os proprietários.

Ameaçados com um machado, estes últimos entregaram todo o dinheiro em caixa – cujo valor não foi ontem adiantado – e um tabuleiro com peças de ouro. Adélia admitiu ao CM ainda ter atirado propositadamente um armário para o chão, causando ferimentos na perna de uma cliente. O estrondo acelerou a fuga dos quatro assaltantes, que no exterior da ourivesaria ameaçaram, com as armas de fogo, quem passava. A Secção de Roubos da Polícia Judiciária de Lisboa investiga o crime, tendo como referência a carrinha roubada que usaram na fuga.

 

 

"PEDI AJUDA AO CONDUTOR DO CARRO DO GANG"

Antónia Fernandes passava junto à ourivesaria Ribatejo quando viu três encapuzados e armados a entrarem no estabelecimento comercial. "Comecei aos gritos", recordou ao CM a reformada, de 70 anos. A primeira reacção da transeunte foi relatar o caso a um homem que viu sentado ao volante de um carro.

O interlocutor não ligou e, só quando Antónia Fernandes reparou que os ladrões estavam de regresso e entraram no Mercedes junto ao qual se encontrava, é que a reformada se apercebeu: "Pedi ajuda ao condutor do carro do gang", explicou.

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Em destaque no SAPO Blogs
pub