Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

SAMORA EM MOVIMENTO

" A INFORMAÇÃO NO MOMENTO "

SAMORA EM MOVIMENTO

" A INFORMAÇÃO NO MOMENTO "

BASKET SAMORA SFUS VENCE CHAMUSCA

 

Basket Samora SFUS vence Chamusca no segundo jogo do campeonato regional sub-16.
A SFUS venceu o Chamusca Basket por 73-43 no passado Domingo, em partida disputada no Pavilhão do Porto Alto. Num jogo relativamente fácil, a equipa da SFUS demonstrou que esta a lutar pelos lugares cimeiros neste campeonato. Na frente do marcador desde o inicio do jogo, chegou ao final do segundo tempo a vencer por 36-29. A clara superioridade deu para rodar toda a equipa e finalizar com a vantagem final de 30 pontos. Noutro jogo da ronda o Benavente Basket perdeu em casa com o Abrantes.

Resultados da primeira ronda
Santarém 66 - 21 Rio Maior
Abrantes 50-49 Samora SFUS
Torres Novas 84-36 Benavente
Folgou o Chamusca

JS DE BENAVENTE DÁ OS PRIMEIROS PASSOS

 

entrevista no JORNAL MIRANTE

 

A Juventude Socialista está a dar os primeiros passos no concelho de Benavente. Pedro Pereira agarrou o desafio lançado pela concelhia do PS de Benavente e começou a encetar contactos para criar uma estrutura organizativa. O grupo já conta com uma dezena de jovens na casa dos 20 anos. Encontrar alternativas para combater o desemprego dos jovens no concelho e realizar acções de sensibilização nas escolas para combater o insucesso escolar são alguns dos principais projectos que os jovens querem colocar em prática.

A JS de Benavente, que tem vindo a crescer desde Julho, pretende fazer política com sentido de responsabilidade. Para já estão concentrados no tema do desemprego. “Tendo em conta o flagelo do desemprego no nosso país andamos à procura de alternativas para ajudar os jovens do nosso concelho”, revela Pedro Pereira. Já marcaram uma série de reuniões com bancos para discutirem o micro-crédito e com empresas de maiores dimensões.

Outro tema que está na agenda política é o insucesso escolar no concelho, especialmente em Samora Correia. Os jovens socialistas pretendem realizar algumas acções de sensibilização nas escolas. A insegurança, a utilização dos equipamentos desportivos municipais, o subaproveitamento das zonas ribeirinhas, a realização de actividades dirigidas às novas gerações, o aumento de creches e lares de idosos são outras situações que os jovens gostariam de ver melhoradas, embora reconheçam que se vivam tempos difíceis e que os investimentos tenham de ser muito bem pensados.

O presidente da Federação Distrital de Santarém da Juventude Socialista, Hugo Costa, considera que “é muito importante ter uma JS activa em Benavente para ajudar a resolver os problemas do concelho”, referiu. Também o presidente da concelhia do PS de Benavente, João Augusto, acredita que dentro de meses a JS de Benavente já poderá estar instalada e a funcionar em pleno. “Não há inovação sem irreverência e é um prazer ver a crescer no nosso concelho a JS”, concluiu. No dia 19 de Outubro, pelas 20h00, os jovens vão receber o Secretário Geral da Juventude Socialista, Pedro Delgado Alves.


Comunicado da Juventude Socialista de Benavente

 

O Partido Comunista apresentou  em sede de Assembleia Municipal uma moção contra a privatização da Companhia das Lezírias. O PS votou contra essa mesma privatização.

 

O PSD disse votar contra a moção porque há compromissos que o Governo tem de assumir com a Troika. Perante esta tomada de posição a JS Benavente que é contra a privatização da Companhia das Lezírias pelas razões expostas abaixo,  pretende ver esclarecida a posição do PSD Benavente sobre esta matéria, para bem da população do concelho. Não chega dizer que há compromissos do governo com a Troika. É uma explicação muito vaga e pouco clarificadora.

 

A JS Benavente questiona: Fará sentido alienar uma instituição com 175 anos de história? Uma instituição que faz parte do património natural da nossa região? Uma instituição que ainda dá emprego a muitas pessoas do Concelho de Benavente? Uma instituição que no seu último relatório de contas, referente a 2010, apresentou um rácio de liquidez geral de 580%, um resultado líquido de 510.355,00€ e que tem um elevado rácio de solvabilidade? Uma instituição que está a apostar no turismo equestre, trazendo mais investimento para a nossa região? Uma instituição que ainda à pouco tempo investiu fortemente, na expansão da sua área de cultura de arroz tendo adaptado para 1400 ha, os campos de produção de arroz? Uma instituição que além da sua componente empresarial, desenvolve projectos de âmbito social e de preservação da natureza, neste caso da natureza do nosso concelho? Uma instituição que é uma referência na actividade vinícola, actividade essa que o próprio Governo de Coligação PSD/CDS quer proteger ao não pretender aumentar a taxa de Iva?

 

É preciso perceber e explicar à população quais as razões que levam a uma tomada de posição deste carácter