Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

SAMORA EM MOVIMENTO

" A INFORMAÇÃO NO MOMENTO "

SAMORA EM MOVIMENTO

" A INFORMAÇÃO NO MOMENTO "

AI ESTÁ A NOVA "CASA" DOS BOMBEIROS DE SAMORA CORREIA

 

 

 

 

 

 

 

   Foi este domingo inaugurado o novo Quartel dos Bombeiros Voluntarios de Samora Correia. Muitos convidados estiveram  na cerimonia, bombeiros de outras corporações, antigos  dirigentes da Associação, autarcas e a população quis também marcar presença neste dia tão importante para os Bombeiros Samorenses.

   Depois de 22 anos no "velho " quartel, dito provisõrio, mas que durante muitos anos lá foi servindo a população.A presidir á cerimónia esteve o Secretário de Estado da Administração Filipe Lobo D Avila.

   Foi uma " luta " dificil de todos aqueles que se empenharam, as diversas direcções e corpo de Bombeiros, para que esta obra que custou um milhão e meio de euros, sem derrapagens orçamentais, fosse uma realidade. Agora ficam as recordações desde o tempo da "garagem" na Avenida o Seculo em 1975, ao Quartel ma Meloal Contrato agora Prof Egas Moniz em 1990, até hoje na Varzea das Vinhas.

  Foi um dia de Festa para os Bombeiros e para Samora Correia, estas novas instalações muito funcionais, proporcionam melhores condições de trabalho, para todos aqueles que servem o Bombeiros de Samora Correia.

 

 

 

COMUNICADO DO PS DE BENAVENTE

 

 

 

 

COMUNICADO Nº003/2012

O Partido Socialista interpreta os acontecimentos verificados no estaleiro de Benavente durante o dia de ontem, dia da greve geral, como um grave atentado à democracia e ao respeito devido a todos os cidadãos. O direito à greve é tão legítimo como o direito à não greve. Da mesma forma que repudiamos todas as formas de intimidação a quem pretenda fazer greve, rejeitamos todas as acções que visem impedir os que pretendem trabalhar. Não há democratas de primeira e democratas de segunda. É inadmissível o que se passou no estaleiro municipal de Benavente e entendemos que o executivo municipal não está isento de responsabilidades.

Efectivamente, o executivo municipal, como órgão de uma instituição representante de todos os cidadãos do Município (não apenas os que defendem a greve ou os que a não defendem, mas todos) deve situar-se acima de qualquer disputa política do domínio exclusivo dos seus trabalhadores e tomar medidas preventivas de forma a que todos eles usufruam de direitos iguais. Os que querem fazer greve devem poder fazê-lo livremente; os que a não querem fazer devem poder trabalhar sem qualquer impedimento. Fazer depender da vontade de uma ou duas pessoas (as que têm normalmente a incumbência de abrir as portas que dão acesso aos locais de trabalho) não é, quanto a nós, pugnar pela garantia de direitos iguais para todos. Os que não pretendem aderir à greve vêem-se escamoteados desse direito.

O Partido Socialista vai, na próxima reunião de Câmara, através da vereadora Ana Casquinha, exigir que se adoptem os procedimentos necessários à responsabilização dos causadores dos danos provocados no património municipal, incluindo o custo dos salários dos trabalhadores não aderentes à greve, mas que não deixarão de ter direito aos respectivos vencimentos, apesar de, por impedimento e contra a sua vontade, não terem trabalhado.

O Presidente da Comissão Política Concelhia

João Augusto Sousa

 

COMUNICADO DO PSD DE BENAVENTE

 

COMUNICADO

 

 

GREVE GERAL – DIA DE ILEGALIDADES EM BENAVENTE

A

Comissão Política do PSD de Benavente

vem, deste modo, repudiar os acontecimentos da manhã deste dia 22 de março de 2012 no Estaleiro da Câmara Municipal de Benavente (Benavente), bem como na ETAR de Benavente (junto a este estaleiro).

Consideramos inaceitável:

 

- Que alguém, montado numa máquina da Câmara Municipal tenha, segundo os indícios no local, descarregado um monte de areia junto à ETAR, impossibilitando a entrada dos funcionários da empresa "Águas do Ribatejo", e acabando mesmo por provocar uma série de danos materiais;

 

- Que alguém tenha colocado uma máquina a obstruir a entrada do Estaleiro da Câmara Municipal, em Benavente, a todos aqueles que pretendiam aceder aos seus postos de trabalho.

 

O direito à greve está consagrado na Constituição da República Portuguesa como também está o direito à não greve, e terá que ser aceite e respeitado de igual forma.

 

Estas atitudes pretenderam apenas, em dia de greve geral, privar outros cidadãos do seu direito ao trabalho. E, lamentavelmente conseguiram.

 

Aquilo que se passou nestes dois espaços

 

 

 

é passível de poder ser considerado crime contra o património e contra os direitos e liberdades dos cidadãos.

 

Por conseguinte, atendendo a que foi indevidamente utilizado o erário publico e de uma forma que se considera inaceitável,

 

o Vereador do PSD, José da Avó, vai, já na próxima reunião do executivo, exigir a abertura de um inquérito que vise conhecer os responsáveis de tamanhas ilegalidades e a sua consequente punição.

 

Assim esperamos que a maioria da CDU na Câmara de Benavente, que se diz ser tão democrática, aprove a abertura deste inquérito, para que se possa esclarecer toda a verdade destes tristes fatos.

Benavente, 22 de março de 2012

A Comissão Política de Secção de Benavente