Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

SAMORA EM MOVIMENTO

" A INFORMAÇÃO NO MOMENTO "

SAMORA EM MOVIMENTO

" A INFORMAÇÃO NO MOMENTO "

DIOGO GANCHINHO NÃO CHEGA Á FINAL DOS JOGOS OLIMPICOS

 

 

 

as Palavras de Diogo

 

http://www.rtp.pt/noticias/index.php?article=576453&tm=46&layout=123&visual=61

 

 

Diogo Ganchinho falhou, esta sexta-feira, a qualificação para a final de trampolim masculino dos Jogos Olímpicos de Londres2012, mas a queda na segunda rotina, que o atirou para a 15.ª posição final (61.440 pontos), só o magoou mesmo interiormente.
«Estou aleijado aqui dentro [no coração]. Queria ter representado o país de outra forma e triste porque tentei fazer o meu melhor e naquele momento fiz um erro e não consegui continuar», desabafou o atleta, de 24 anos, que não conseguiu melhorar o 11.º lugar de Pequim2008.
Ainda na Greenwich Arena, a soluçar e tentando conter as lágrimas, Ganchinho disse que agora é tempo de «relaxar», tirar as «aprendizagens necessárias» de Londres2012 e começar a pensar nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro2016.
«Foi o trabalho de quatro anos. Não era assim que eu queria ter representado o meu país e a minha modalidade. Faz parte do desporto e temos de aprender com as derrotas. Agora é continuar a trabalhar. Tirar daqui as aprendizagens necessárias para tentar continuar a contribuir para a minha modalidade da melhor forma», explicou.
O ginasta de Santo Estêvão, concelho de Benavente, explicou depois que na primeira série cometeu um «pequeno erro no primeiro salto», apesar de ter conseguido «dar a volta e acabar a série com uma boa pontuação».
Na segunda rotina tentou «redimir-se» do pequeno erro inicial e confessou que «quis realmente impressionar», mas terminou um salto demasiado cedo o que não lhe permitiu «preparar o seguinte», tendo a orientação sido para fora do trampolim, acabando por estatelar-se contra a lateral do aparelho.
«Neste desporto pode acontecer a qualquer um. Desafiamos a gravidade de uma forma muito difícil, realizando vários saltos com piruetas. A todos os atletas que conheço já lhes aconteceu isto e estou triste por me ter acontecido neste dia em que eu queria representar o país da melhor maneira», rematou.
Além do português, também sofreram quedas na segunda rotina o norte-americano Steven Gluckstein, o ucraniano Yuriy Nikitin e o australiano Blake Gaudry.
Ganchinho começou por fazer 48.000 na primeira rotina, ficando provisoriamente na 13.ª posição, mas a queda na segunda série não lhe permitiu somar mais do que 12.165 pontos, terminando a prova com 61.440 pontos, na penúltima posição, à frente do atleta dos Estados Unidos.

 

 

SAPO DESPORTO

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Em destaque no SAPO Blogs
pub