11 de Setembro de 2013

 

 

Esta segunda-feira, dia 9 de Setembro de 2013, o Partido Socialista pressionou a Câmara Municipal de Benavente a baixar a taxa do IMI para 2014.

A Pressão exercida, nos últimos tempos, pelo PS levou a CDU a propor baixar a taxa de 0,45% para 0,42%, mas o PS bateu-se pelos 0,40% para os prédios avaliados nos termos do CIMI. A proposta foi aprovada de acordo com a taxa que o PS defendeu! Esta é uma primeira vitória do PS e de toda a população e prova que juntos podemos mudar e que juntos podemos vencer!

Prédios avaliados pelo CIMI (Código do Imposto Municipal sobre Imóveis) – 0,40%.
Prédios avaliados pela Contribuição Autárquica – 0,70% (Manteve).

O próximo executivo poderá alterar conforme a execução orçamental de 2014, mas o PS assume o compromisso de cumprir o que defende.

 

 

Lamentável foi a posição do PSD que, agarrado às decisões do seu Governo, continua a não defender os interesses dos nossos concidadãos e absteve-se.

Os nossos concidadãos sabem que podem contar com o PS para defender os seus interesses até às últimas instâncias. Contem connosco!

Gabinete de comunicação – PS Benavente

 

 

 

Em resposta ao comunicado do PS, sobre a proposta de taxa de IMI, aprovada em reunião de Câmara, o PSD acaba de emitir um comunicado subordinado ao título “Reposição da verdade sobre as mentiras propagadas pelo PS”.

Nesse comunicado o PSD consegue a proeza de dizer uma coisa e o seu contrário.

Começa por afirmar que a proposta de redução da taxa de IMI foi aprovada com o apoio de todas as forças políticas representadas na Câmara Municipal de Benavente (CDU, PSD e PS) para, mais adiante, no mesmo comunicado, afirmar que o seu vereador se absteve.

PELA BOCA MORRE O PEIXE: afinal, quem mente? Quem tem duas caras?

Diz o PSD, no seu comunicado, que “a política requer seriedade, responsabilidade e coerência”. Será necessária melhor prova de falta de seriedade e incoerência?

Os eleitores dirão.

Gabinete de Comunicação - PS Benavente
----------------------------------------------------

 

 

A SENHORA VEREADORA Ana Casquinha, do PARTIDO SOCIALISTA, disse na reunião de Câmara municipal de Benavente do dia 9 de Setembro de 2013 :

 

Apesar de compreender as preocupações de carater orçamental, há todavia um facto de que não pode esquecer, que é o aumento da taxa aplicada sobretudo aos prédios avaliados nos termos do CIMI e que coincidiu com a avaliação do património imobiliário que em muitos casos, mesmo com uma taxa mais reduzida, significou um aumento de imposto para as famílias.

 

Salientou que, tendo havido o compromisso de reduzir a taxa do imposto, o que a preocupa mais para além das questões orçamentais são as questões humanas e as condições de vida dos cidadãos, pelo que não se pode dissociar da carga fiscal que afeta o rendimento de cada um e a elevada taxa de desemprego que existe não só no concelho mas também no país.

Tendo que decidir entre o orçamento municipal e o orçamento familiar, prefere defender os orçamentos familiares, contando para isso com o apoio do Partido Socialista, na expetativa de que isso possa acarretar alguma poupança e que possa desenvolver a economia, pelo que propôs que se fixe em 0,40% a taxa do IMI.

 

DELIBERAÇÃO: Deliberado por maioria, com a abstenção do senhor vereador José Rodrigues da Avó (PSD), aprovar a proposta e solicitar à Assembleia Municipal a fixação para o ano de dois mil e catorze das Taxas de 0,7% a aplicar aos prédios urbanos avaliados na vigência da Contribuição Autárquica e de 0,40% a aplicar aos prédios urbanos avaliados nos termos do CIMI.

 
PUBLICADO POR samoraemmovimento às 22:50

QUEM SOMOS

VER PERFIL

SEGUIR PERFIL

3 seguidores
PESQUISAR
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Setembro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9

16
17
20

23
28

29


ARQUIVOS
2019:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2018:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2017:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2016:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2015:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2014:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2013:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2012:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2011:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2010:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2009:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2008:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


tags

todas as tags

subscrever feeds
blogs SAPO