13 de Agosto de 2009

 

 

 
 
Estas Festas em Honra de Nossa Senhora de Oliveira e Nossa Senhora de Guadalupe são as primeiras na nova cidade de Samora Correia. No passado dia 12 de Junho a Assembleia da República aprovou por unanimidade a elevação à condição
 
 
de cidade. Foi uma decisão ponderada, com pareceres aprovados por todos os órgãos autárquicos, e que julgo deve ser um motivo de orgulho da maioria dos samorenses. Todavia, o objectivo de voltarmos a ser concelho está vivo e não devemos baixar os braços nem deixar cair a ambição no esquecimento.*
Em Portugal existem 308 concelhos, mas há menos de metade de cidades (151) e contam-se pelos dedos as que têm a nossa dimensão e tiveram uma evolução tão rápida. Já ouvi várias vozes que receiam que com a cidade nos tornemos num dormitório e que corremos o risco de perder as nossas melhores tradições.
Tenho reflectido ao longo de vários anos com vários cidadãos e agentes de desenvolvimento desta região e creio, com convicção, que o nosso futuro depende de todos nós que aqui vivemos. A gestão do ordenamento do território está nas mãos dos decisores políticos e técnicos, mas pode, e deve, ser influenciada pelos cidadãos, por cada um de nós. Temos de exercer uma cidadania activa na defesa da qualidade de vida para o local onde escolhemos viver ou trabalhar. Quanto à manutenção das tradições, tema cujo debate se renova em cada festa, a responsabilidade está também em cada um de nós que amamos a nossa terra, que temos orgulho no seu passado, e que queremos manter vivas as suas memórias. Acredito que uma terra sem memória e sem acção no presente não pode preparar os desafios do futuro. Acredito nas pessoas de Samora Correia (naturais e samorenses de adopção que amam esta terra como os que aqui nasceram). Um bom exemplo é as dezenas de voluntários envolvidos na organização desta festa com um espírito de missão. Alguns fazem-no há mais de 30 anos duma forma desinteressada porque sentem o peso da responsabilidade de não poder reduzir a qualidade dos nossos festejos que estão ao melhor nível do que se faz na região.
As novas gerações têm dado sinais de que estão imbuídas do espírito bairrista e disponíveis para dar continuidade a uma missão que não pode parar. As entradas e largadas de toiros, a picaria, o desfile etnográfico, o cortejo de Nossa Senhora de Alcamé e a Procissão com todas as imagens são momentos únicos de afirmação da cultura de um povo. Temos orgulho em ser uma cidade moderna, inovadora e apetecível, mas saberemos cuidar do legado que herdámos dos nossos antepassados.
Viva Samora Correia.
 
 
 
Nelson Silva Lopes- Agosto 2009
 
 
 
 
PUBLICADO POR samoraemmovimento às 20:52

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


QUEM SOMOS

VER PERFIL

SEGUIR PERFIL

4 seguidores
PESQUISAR
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Agosto 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10

21
22

24
25
27
28



ARQUIVOS
2020:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2019:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2018:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2017:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2016:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2015:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2014:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2013:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2012:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2011:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2010:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2009:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2008:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


tags

todas as tags

subscrever feeds
blogs SAPO